A escola e a gestão participativa.



15 de março de 2013


O desenvolvimento da equipe e o fortalecimento da autonomia: o gestor deve ter personalidade e deve conquistar a confiança do grupo, avaliando e promovendo a socialização, avaliando e identificando as qualidades do grupo, adaptando os profissionais, a realidade da escola. Deve também oferecer formação aos integrantes do grupo, para que atuem de forma eficiente, prover recursos didáticos que ofereçam suporte e facilitem o tratamento do conhecimento emitido e recebido, no processo de convívio para que o consigam a excelência pessoal e profissional dentro e fora da escola. Com isso, o relacionamento humano e motivação tornam-se elementos fundamentais para impulsionar a modificação da transformação pessoal e coletiva e desenvolvem estratégias para exercer a liderança, firmando a qualidade da convivência, satisfazendo as necessidades do grupo, melhorando a auto-estima e as capacidades humanas.

A administração da escola e a gestão participativa: na gestão participativa, cabe ao gestor incentivar a participação de todos os envolvidos na instituição escolar, criando alternativas que contribuam para a formação de uma cultura democrática e participativa. O gestor deve criar um ambiente de solidariedade humana e de responsabilidade mútua, sendo justo e firme nas situações do cotidiano escolar, dividindo a autoridade entre os vários setores da escola.

O gestor não estará perdendo poder, mas dividindo responsabilidades e assim a escola estará ganhando poder. Onde as decisões são tomadas coletivamente, o trabalho é colaborativo, com o objetivo de refletir e participar, os resultados são avaliados coletivamente e acontece à auto avaliação. Tendo uma cultura que privilegia a formação do aluno enquanto ser social e suas relações. Neste modelo de gestão, o gestor e os demais funcionários possuem equilíbrio hierárquico, a identidade da escola é unida e permite-se a coesão entre os membros de diferentes segmentos e acontece de fato a participação da comunidade dentro do ambiente escolar.

A integração do gestor com todos os segmentos da escola é essencial, pois coordenar um grupo requer habilidade e persistência, principalmente em se tratando de organização humana, onde as idéias devem apontar para o mesmo objetivo, o aluno.



Google+ Followers

Fale comigo!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivos do Blog